Baixa Autoestima – Os 7 Sinais de Um Relacionamento Abusivo

0
95
views
7 sinais de autoestima baixa.

Um dos grandes fatores de problemas ligados a relacionamentos é a baixa autoestima de um ou de ambos.

A baixa autoestima é responsável por atrair e manter relações abusivas e destrutivas, criar feridas profundas e arrastar para o limbo qualquer esperança de felicidade e harmonia numa relação.

Não estou sendo dramática, pois os mais de 80% de casos de violência nos relacionamentos são apenas reflexo da baixa autoestima de um dos parceiros.

Homens e mulheres, por não conseguirem lidar com a rejeição ou contrariedade, por exemplo, revelam sua baixa autoestima disfarçadas sob ataques de raiva, ciúmes e agressividade.

Nenhuma violência é justificada, mas o fato é que dentro da psiquê do agressor está uma pessoa com baixíssima autoestima.

Baixa Autoestima

Por que a baixa autoestima pode provocar isso?

Partindo do princípio da Lei da Atração onde semelhante atrai semelhante, é possível ter um vislumbre de que tipo de pessoa alguém com baixa autoestima pode efetivamente atrair.

Imagine o seguinte, uma pessoa que não se acha tão bonita e tão capaz cria para a si a condição ilusória de que ninguém a irá querer.

Quando se depara com alguém que a queira, por carência e por acreditar ser uma oportunidade, se deixa cegar e no decorrer do tempo perceberão que estão envolvidas numa relação abusiva.

Óbvio que o atraído também tem baixa autoestima e, em muitos casos, em um nível muito pior do que a da pessoa que o atraiu, e assim começam os problemas que, com o tempo, vão se agravando.

Ambos são inseguros e àquele que possui o nível ainda mais alto de baixa autoestima expressa ainda mais insegurança e gritos e brigas vão dando forma à tortura psicológica, ameaças, até chegar ao ápice de uma agressão física.

Esses perfis não aceitam o “não” e a rejeição de forma alguma, assim começam a perseguir e constranger suas parceiras transformando-as com o tempo em vítimas até chegar aos extremos crimes passionais.

Baixa Autoestima - Não reconhecimento

Uma pessoa com grandes qualidades e beleza, mas que não se reconhece desta forma, ou seja, com baixa autoestima, tende a atrair pessoas completamente fora de sintonia com tais qualidades.

O não reconhecimento e a baixa autoestima é que ditam a qualidade das relações que se atrairá.

Elas permanecem nessas relações por acreditarem que outras pessoas não a aceitarão, normalmente trazem culpa por algo do passado e aceitam viver em uma relação ruim porque estão sendo punidas ou castigas.

É uma relação simbiótica que precisa ser rompida com muito cuidado. O melhor mesmo é não entrar em uma relação quando se está com a autoestima muito baixa.

Veja abaixo os 8 Sinais de que existe baixa autoestima e não amor regendo uma relação.

8 sinais de baixa autoestima

1 – Não conseguir dizer não

Por acreditar que a outra pessoa é a única no mundo que a vai querer ou que essa pessoa é a sua última ou única chance de ser feliz em um relacionamento, uma pessoa com baixa autoestima não consegue dizer não.

Não consegue também analisar os comportamentos e os sinais de alerta que podem acontecer logo no início de uma relação.

Com o tempo vive completamente submetida à outra pessoa, se anula completamente na relação para viver e agradar o outro.

2 – Sensação de dependência.

Uma pessoa com baixa autoestima cria uma situação de dependência, idêntica ao uso de entorpecentes.

É maltratada, mas diz que ama e não consegue viver sem ele.

É ferida emocional e algumas vezes fisicamente, mas perdoa sempre, justificando que a culpa do ocorrido é dela mesma, pois não deveria ter falado ou feito algo.

Ela vive em busca de qualquer migalha que possa servir de alívio ou desculpa.

Brigas, xingamentos, desentendimentos, agressões, humilhações, vexames e basta o parceiro procurá-la sexualmente que tudo é rapidamente superado.

O sexo nesse caso serve como a migalha para fortalecer a ilusão de que “ele faz essas coisas, mas sei que ele me ama”. É a desculpa mais comum para o perdão do agressor.

3 – Aceitar tudo o que o outro faz

Uma pessoa com baixa autoestima numa relação, aceita tudo, tudo mesmo o que o outro faz.

Traições, até maus tratos e abusos aos filhos e promiscuidade. Essa pessoa assiste a tudo calada, pois ela sempre vai encontrar uma desculpa para justificar a atitude do seu parceiro.

Não se impõe e anda numa linha de disciplina devocional por ele, pois não suportaria viver sem ele.

4 – Se afastar de todos os amigos e familiares em prol de uma relação

Uma pessoa que possui baixa autoestima em uma relação vive totalmente em prol do seu parceiro e acaba por afastar todos os amigos e familiares, pois ele não vai admitir dividir espaço com outras pessoas.

A pessoa não percebe que isso está ocorrendo e quando vê, em situações de dificuldade em que começa a perceber a realidade do que está passando, percebe o quanto a família é importante.

5 – Aceitar ser comparada com outras pessoas

Uma pessoa com baixa autoestima aceita a comparação com outras pessoas, normalmente é submetida à comparações diárias, isso a faz ficar com mais baixa autoestima e também mais suscetível à vontade do seu parceiro.

Seu parceiro a faz acreditar que não é tão boa, bonita ou capaz quanto as outras pessoas e que ele está com ela porque a ama e que ninguém mais ficará com ela, ele é o “único que a aceita com todos os defeitos”.

É um verdadeiro jogo de dominação que só é possível porque a outra pessoa possui baixa autoestima.

6 – Viver sob ameaça do término da relação

Outro recurso muito utilizado por parceiros que possuem baixa autoestima está ligado ao fato de utilizar a ameaça do término da relação como subterfúgio para conseguir que a outra pessoa aceite tudo e faça tudo o que ele quiser.

Essa ameaça é mencionada em diversas situações principalmente, nas vezes que ocorre uma contrariedade. Da contrariedade, surge uma discussão e o gatilho para vencer a discussão é a ameçada de término.

7 – Priorizar os desejos e as vontades apenas do parceiro

Uma pessoa com baixa autoestima tem sempre o desejo de agradar o outro, faz tudo o que ele quiser para agradá-lo.

Chega a se submeter a situações vexatórias sempre para agradar o seu parceiro, e mesmo assim acaba por não agradar, o que acaba por ser um dos pontos de maior sofrimento, pois o maior medo é sofrer o abandono.

Baixa autoestima baseando uma relação

Efeito colateral de uma relação baseada em baixa autoestima

Quero chamar a atenção para uma característica imporante numa relação baseada na baixa autoestima e não no amor, que é a questão do sexo.

O sexo é o único canal de afeto que a pessoa com baixa autoestima recebe do seu “parceiro” e por isso este tem um peso muito forte para manter uma relação abusiva dessa forma.

Dentro do coração de uma pessoa com baixa autoestima tudo se justifica e se ajusta no sexo.

A lógica para essas pessoas é a seguinte: se há sexo, existe o sinal de algum afeto, e essa é a migalha que a mantém ancorada nessa relação ruim.

Para sair de uma relação como essa existem vários pontos que devem ser analisados, pois uma relação baseada em baixa autoestima tende a se tornar uma relação abusiva que cria feridas muito profundas e pode chegar ao extremo de violência física.

Saiba mais sobre como sair de uma relação baseada em baixa autoestima aqui

By Hypatia

O Segredo Relacionamentos